Notícias NOVIDADES E INFORMAÇÕES

15 de maio de 2019

Igreja Católica manifesta preocupação com a educação brasileira

“Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque serão saciados” (Mateus 5,6)

60591682_2362839447101450_6190672621009371136_nA Associação Nacional de Educação do Brasil (ANEC), organização que reúne instituições educacionais católicas, divulgou uma nota na qual manifesta apoio à educação brasileira. No documento, a Associação se solidariza com aqueles que “lutam pelo primado de uma política educacional verdadeiramente protagonista” e manifesta “preocupação com os anunciados bloqueios de verbas e suspensão de bolsas de pesquisa que atingem diversas instituições públicas”.

A ANEC pede diálogo para encontrar saídas mais eficazes e afirma que “não podemos sequer conceber medidas que imponham retrocessos aos avanços educacionais e científicos que foram duramente conquistados pela sociedade civil organizada”.

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), reunida em sua 57ª Assembleia Geral, em Aparecida (SP), também divulgou uma mensagem ao povo brasileiro, onde chama atenção para reformas e ameaças à educação. No documento, os bispos alertam para o “liberalismo exacerbado e perverso, que desidrata o Estado quase ao ponto de eliminá-lo, ignorando as políticas sociais de vital importância para a maioria da população”.

O texto afirma ainda que a “educação está ameaçada com corte de verbas, retirada de disciplinas necessárias à formação humana e desconsideração da importância das pesquisas”.

A União Brasileira de Educação Católica – Ubec, em comunhão e sintonia com a Igreja do Brasil, manifesta preocupação diante das medidas anunciadas pelo governo que põem em risco o futuro da educação do país.

Do Evangelho de Jesus e também do legado dos santos fundadores das instituições associadas da Ubec nos vêm à consciência de que a educação está à serviço do humanismo integral. Desta maneira, reafirmamos o nosso compromisso com a educação integral e de qualidade, acreditando que esse é o melhor caminho para a transformação de uma sociedade mais justa e igualitária.

Leia a íntegra da nota:

NOTA DA ANEC EM APOIO À EDUCAÇÃO BRASILEIRA

A Associação Nacional de Educação do Brasil (ANEC), no exercício da sua missão de atuar em favor de uma educação de excelência, pautada nos valores da cidadania e da ética; manifesta total e irrestrita solidariedade a todos os que lutam pelo primado de uma política educacional verdadeiramente protagonista em nosso país, apresentando sua preocupação com os anunciados bloqueios de verbas e suspensão de bolsas de pesquisa que atingem, indiscriminadamente, diversas instituições públicas.

Já faz anos que a pauta da Educação tem agonizado, graças ao descontínuo e desconexo processo de gestão, responsável pela inviabilização de políticas públicas há muito pleiteadas pelos diversos atores do setor, mas que minguam suplantadas por interesses partidários.

Há muito por fazer pela educação, e por este motivo, não podemos sequer conceber medidas que imponham retrocessos aos avanços educacionais e científicos que foram duramente conquistados pela sociedade civil organizada.

Nesse sentido, expressamos nossa inquietação com os direcionamentos que tem sido adotados, em nome de um contingenciamento, que parece ser gestado a partir da concepção de que educar significa tão somente gastar e não investir, visão essa insensível à já consagrada constatação de que é pela instrução que o cidadão efetivamente se liberta e ascende a melhores condições intelectuais e materiais.

Dessa forma a ANEC faz um apelo ao diálogo, fundado na inegociável crença de que apenas o intercâmbio franco de ideias conseguirá encontrar saídas mais eficazes para o desafiador momento vivido.

Ir. Paulo Fossatti
Presidente da ANEC

NOTÍCIAS