Notícias NOVIDADES E INFORMAÇÕES

10 de outubro de 2018

UCB é a primeira instituição do Centro-Oeste a oferecer mestrado profissional em Comunicação

A principal definição para Economia Criativa está relacionada ao exercício da imaginação e da criatividade do ser humano em conjunto com o seu valor econômico. A Universidade Católica de Brasília -UCB  trabalha esse conceito ligado à área comunicacional por meio da pós-graduação Inovação em Comunicação e Economia Criativa, o primeiro mestrado profissional em Comunicação da região Centro-Oeste. O curso conta com nota 4 pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) e está com inscrições abertas até o dia 4 de novembro.mestrado em comunicação

O mestrado foi criado para atender à alta demanda existente na área da Economia Criativa, em articulação com os saberes comunicacionais. Em 2017, Brasília foi considerada a “Cidade Criativa em Design” pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (Unesco) e, segundo dados da Companhia de Planejamento do Distrito Federal (Codeplan), a economia criativa emprega 22 mil profissionais na região (1,5% da mão de obra formal). “Há uma necessidade hoje de abrir as perspectivas do ensino superior de alto nível (pós-graduação stricto sensu) para um leque maior de opções de atuação profissional e não apenas para as carreiras acadêmicas e de pesquisa”, explica a coordenadora do Mestrado Profissional em Comunicação da UCB, Florence Marie Dravet.

Esse novo formato de economia engloba diversos segmentos de atuação profissional, sejam aqueles ligados à comunicação e às artes como publicidade, rádio e TV, audiovisual, fotografia, design, editoração, música, moda, poesia, arquitetura e urbanismo, sejam aqueles voltados ao empreendedorismo e à governança e gestão da comunicação nos setores público, privado e no terceiro setor.

Na UCB, profissionais ligados a esses segmentos irão se aprofundar em duas áreas de pesquisa: uma com foco dos processos de gestão da comunicação, que serão vistos em termos de estratégia, e outra voltada para a produção audiovisual e mídias digitais, um setor da economia criativa em expansão e renovação.

A coordenadora explica que a modalidade profissional do mestrado possibilita mais opções de condução da carreira, por atuar com a produção técnica aliada à produção intelectual. “É interessante que os dois caminhos sejam interligados. Isso tem a ver com o necessário diálogo da universidade com a sociedade como um todo, nos princípios de pesquisa e extensão”, reforça.

Como funciona
O Mestrado Profissional Inovação em Comunicação e Economia Criativa da UCB foi pensado para acolher estudantes de todo o país, com áreas de atuação em comunicação, jornalismo, publicidade e propaganda, relações públicas, comunicação organizacional ou áreas afins. As aulas são oferecidas em módulos de fins de semana quinzenais e a maioria dos encontros acontecem em laboratórios, salas equipadas com meios informáticos de comunicação e pesquisa e também em meio externo, o que permite que parte das produções e reflexões sejam desenvolvidas na própria aula. As disciplinas são cursadas durante os três primeiros semestres e o último período é direcionado para a produção da dissertação.

Os interessados podem se inscrever e conferir o edital completo exclusivamente pelo site da UCB, com taxa de inscrição de R$ 90,00. Não é necessário preparar um projeto antes de começar o curso. O importante é ter uma ideia do que se pretende desenvolver, que será construída ao longo do primeiro semestre de mestrado, destaca Dravet. Mais informações em www.portal.ucb.br/todoseupotencial.

Fonte: Universidade Católica de Brasília .

NOTÍCIAS