Notícias NOVIDADES E INFORMAÇÕES

8 de fevereiro de 2019

UCB realiza palestra sobre Saúde Mental na Universidade

Momento de relaxamento e meditação durante a palestra sobre Saúde Mental. Foto: Faiara Assis

Momento de relaxamento e meditação durante a palestra sobre Saúde Mental. Foto: Faiara Assis

Com a participação de psicólogos clínicos e psiquiatra, professores e educadores administrativos participaram do diálogo

A Universidade Católica de Brasília (UCB) realizou, na última quinta-feira, dia 7, palestra que trouxe como tema “Saúde Mental na Universidade”. O encontro, que reuniu gestores, docentes e educadores administrativos, contou com a participação dos psicólogos clínicos e instrutores de meditação Ângela Lins e Rhodrygo Pereira, que discutiram sobre meditação e seus benefícios, e com a palestrante prof.ª Dr. Maria Amélia D. Pereira, que debateu sobre Psicodinâmica do trabalho (PDT).

Para iniciar o evento, os psicólogos clínicos Ângela Lins e Rhodrygo Pereira proporcionaram aos participantes um momento de relaxamento e meditação. Logo após, discutiram sobre os benefícios da meditação, que ajuda na remissão dos transtornos mentais e doenças psicossomáticas, promovendo um estado geral de tranquilidade e amorosidade.

Ainda na abertura, o psicólogo Rhodrygo Pereira comentou sobre a proposta da meditação. “Algumas pessoas falam que precisamos parar nossa mente, mas isso não é possível em vida. Precisamos treinar a mente, é uma disciplina que exige concentração, a meditação faz isso, é a mente treinando e se desobrigando de outras coisas”, disse o psicólogo.

A psicóloga Ângela Lins, ressaltou a importância de treinar a nossa mente, direcionando nosso pensamento para aquilo que nos faz bem. “Desviar o pensamento é criar novas conexões neurológicas, cada vez que pensamos em algo estamos reforçando aquele algo, e isso é o grande causador das doenças psicossomáticas, quando pensamos em algo doente e desagradável. Na meditação, o que acontece a nível neurológico é que o caminho do pensar sofrimento é alterado para pensar respiração, corpo, sentimento e sensações, daí acontece um enfraquecimento do pensamento do sofrimento e a criação de um novo caminho do pensar, que é o pensar atenção em si. Quando prestamos atenção em nós mesmos encontramos maravilhas, pois dentro de nós temos sentimentos nobres de compaixão, gratidão, amorosidade e solidariedade”, comentou a psicóloga.

Ainda no evento a palestrante prof.ª Dr. Maria Amélia D. Pereira, psiquiatra do Programa Saudavelmente, deu continuidade ao debate falando sobre a psicodinâmica do trabalho (PDT), que discute sobre a disciplina clínica e teórica que estuda a relação da saúde mental e o trabalho. “A psicodinâmica não é apenas uma forma de entender o sofrimento, mas de intervir no sofrimento. Nesse sentido, o autor Christophe Dejours (Christophe Dejours é doutor em Medicina, especialista em medicina do trabalho e em psiquiatria e psicanalista. Considerado o pai da psicodinâmica do trabalho) nos faz entender sobre isso quando diz que o trabalho é o que você tem que colocar de si para dar conta de resolver aquela situação que foi proposta para você ”, afirmou a professora.

Participe do projeto Práticas de Meditação Atenção Plena, uma parceria com o SOAPPe e os psicólogos clínicos Angela Lins e Rhodrygo Pereira que acontecerá toda terça-feira com início dia 12 de março das 12h10 às 12h50.

Comunicação UCB

NOTÍCIAS