Notícias NOVIDADES E INFORMAÇÕES

15 de março de 2019

Conheça cinco mulheres que transformaram a Educação

Neste mês de março, em que celebramos o Dia Internacional das Mulheres e o Dia da Escola, a UBEC destaca mulheres que marcaram a história da educação pelo mundo.

Comemorado há 44 anos, o Dia Internacional da Mulher celebra as conquistas das mulheres e também relembra a luta pela igualdade de gênero e o empoderamento feminino. Excluídas de muitos relatos históricos, as mulheres deram importantes contribuições para a construção da educação no Brasil e no mundo.

Confira nosso cronograma de ações sobre igualdade de gênero, empoderamento e violência contra a mulher.

Maria Montessori, a médica que valorizou o aluno

Maria MontessoriMaria Montessori foi a primeira mulher a se formar em medicina na Itália. Entretanto, não pode seguir a carreira como desejava, pois, na época, não era permitido às mulheres examinar homens. Assim, começou a trabalhar com crianças com deficiência na clínica da Faculdade de Medicina da Universidade de Roma e, com base nos estudos e trabalhos com elas, criou o método Montessori, que dava mais ênfase à autoeducação do que ao papel do professor como fonte de conhecimento.

Para ela, o objetivo da escola é a formação integral do jovem, uma “Educação para a vida” e isso é feito através da individualidade, da atividade e da liberdade (em equilíbrio com a disciplina) do aluno.

Débora Seabra, primeira professora com síndrome de Down do País

xinfochpdpict000033657454.jpg.pagespeed.ic.pju1rYHBRZFormada em Magistério em nível médio na Escola Estadual Professor Luis Antônio, em Natal, com estágio na Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), Débora trabalha há mais de dez anos como professora assistente em turmas de educação infantil e primeiro ano do Ensino Fundamental da Escola Doméstica, instituição particular de Natal (RN).

Débora chegou a ser agredida durante o magistério, fez greve para ser respeitada e já rodou o mundo dando palestras sobre o combate ao preconceito na sala de aula. Em 2013, ela lançou seu primeiro livro, chamado “Débora Conta Histórias” (Alfaguara Brasil), recheado de fábulas infantis que tratam de forma sutil a tolerância, o respeito e a amizade.

Malala Yousafzai, a paquistanesa que tomou um tiro porque queria estudar

malalaMalala Yousafzai é uma jovem paquistanesa militante dos direitos das crianças. Com 17 anos, a ativista foi a mais jovem ganhadora do Prêmio Nobel da Paz.

Malala se tornou conhecida no mundo todo em 2012, após ser baleada na cabeça por radicais do Talibã ao sair da escola. Ela seguia em um ônibus escolar e seu crime foi se destacar entre as mulheres e lutar pela educação das meninas e adolescentes no Paquistão.

Dorina Nowill, a mulher que lutou pela educação de cegos no Brasil

DorinaA educadora Dorina Nowill perdeu a visão aos 17 anos. A brasileira foi a primeira aluna deficiente visual a frequentar um curso regular na Escola Normal Caetano de Campos, em São Paulo, onde se formou como professora. Posteriormente, se especializou em Educação de cegos na Universidade de Columbia, em Nova York.

Em 1946, criou a Fundação para o Livro do Cego no Brasil e, em 1948, fundou a primeira imprensa Braille em grande escala do país, que imprimia livros didáticos e outros documentos. Dorina também dirigiu a Campanha Nacional de Educação de Cegos, do Ministério da Educação e Cultura (MEC), que criou os primeiros serviços de Educação de deficientes visuais no país e também lutou pelas aberturas de vagas para cegos no mundo do trabalho.

Mariazinha Fusari, uma das criadoras da Educomunicação

Mariazinha blogA arte-educadora Maria Felisminda de Rezende e Fusari, conhecida como Mariazinha Fusari, foi co-fundadora do Núcleo de Comunicação e Educação (NCE), da Universidade de São Paulo (USP) e através de seus projetos de pesquisa no campo da relação entre mídia e infância colaborou para a ampliação do diálogo entre os campos de conhecimento da comunicação e da educação.

Hoje, Mariazinha Fusari é considerada um dos principais nomes da educomunicação no Brasil.

Comunicação UBEC – Carol Lira

NOTÍCIAS