Notícias NOVIDADES E INFORMAÇÕES

10 de outubro de 2019

Workshop debate relações governamentais no Brasil

Foto: Adson Boaventura.

Foto: Adson Boaventura.

Evento do curso de Relações Internacionais da UCB contou com vários profissionais da área e atraiu estudantes de diferentes cursos

O curso de Relações Internacionais e a Escola de Humanidades, Negócios e Direito da Católica realizaram nesta segunda-feira (7) o VI Workshop RI UCB. O evento teve como tema as “Relações governamentais no Brasil: desafios profissionais diante de um ambiente de reformas”.

O cientista político Creomar de Souza, da Dharma Political Risk and Strategy, abriu o evento com a palestra “Agenda de reformas: o papel do profissional de Relações Governamentais na tramitação de propostas legislativas”. Dentre os conselhos para os futuros profissionais da área, Creomar listou três: “escutar, estudar e se relacionar”. Para o aperfeiçoamento profissional, o cientista político citou que é “necessário ter a clara percepção do que você faz bem e do que você não faz bem. Coloque o máximo de paixão possível em tudo aquilo que você for fazer; faça de forma técnica e ética”.

Na sequência, foi formada a primeira mesa de debate, que teve como tema “O incentivo das Relações Governamentais ao diálogo entre atores da sociedade: elemento promotor da democracia”. Participaram da atividade Luisa Araújo, da Umbelino Lôbo Assessoria e Consultoria, e Ulisses Rapassi, da Prospectiva Consultoria. Os palestrantes destacaram a importância da comunicação e do diálogo entre o setor público e privado, bem como a interlocução com os poderes públicos.

O tema diálogo também foi destacado na mesa seguinte, composta por Fernanda Burle, do MJ Alves e Burle Advogados e Consultores, e Andresa Porto, da Pulso Público Consultoria. Eles debateram sobre “Gerenciamento de crises: inteligência extensiva aplicada ao controle de instabilidades políticas e corporativas”. “O gerenciamento de crise passa por saber como lidar com o público, como dialogar com o interlocutor. Neste momento político que vivemos, o diálogo e a transparência são muito importantes”, acredita Andresa. Em sua fala, Fernanda destacou a importância de se antecipar à crise, em se preparar antes que ela aconteça.

O workshop contou ainda com duas mesas de debate no período da tarde. Bruno Perman, do Instituto de Relações Governamentais (Irelgov) e João Carlos Lima, da Patri Políticas Públicas, debateram sobre “O Lobby no Brasil: os desafios e a tramitação de propostas no Legislativo para a regulamentação da atividade”.

A última mesa de debate do dia teve como tema “O egresso de Relações Internacionais e sua aderência ao mercado de Relações Governamentais”. Participaram Matheus Atanam, da NK Consultores Governamentais, e Pedro Pitanga, da Vector Relações Governamentais e Institucionais.

Comunicação UCB

NOTÍCIAS